quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Tenho saudades tuas todos os dias. Cada vez menos, mas ela ainda lá está. Tento não pensar muito, finjo não estar nem aí e penso que, se porventura te voltar a encontrar, te virarei as costas. Só não sei até que ponto o consigo fazer. Sei que devo e que é a melhor coisa que posso fazer por mim. Mas ultimamente também não faço muito por mim.
Apareceste de repente na minha vida, tal como desapareceste. Sinceramente, preferia que nem tivesses entrado. Preferia nunca ter ficado a falar contigo naquele primeiro dia em que nos conhecemos. Preferia ter-te ignorado, como tu tens feito. Mas as pessoas aprendem com os erros e eu cá também vou aprendendo com os meus. Acima de tudo, deste-me uma lição: ensinaste-me que as pessoas não são o que parecem e que, muitas vezes, só te vão usar e deitar fora. Que o que é essencial fica na tua vida. O resto está só de passagem...
Sunshine

10 comentários:

  1. As saudades invadem-nos e ganham proporções que nos impedem de esquecer alguém. E «pagar na mesma moeda» também não somos capazes porque o sentimento é mais forte do que isso.

    ResponderEliminar
  2. Bom Noite! Saudades Palavra dolorida para um coração partido.
    Já estou seguido seu Blog, Segue o meu também
    http://diariosolelua.blogspot.com.br/
    Obrigada!

    ResponderEliminar
  3. A saudade é complicada de aguentar, há dias piores que outros, mas o tempo será o melhor remédio!

    http://fuieuquedisseblog.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Se tens consciência que era uma pessoa "de passagem", levanta a cabeça, sorri e deita as saudades fora! Nem tudo o que se perde é realmente uma perda :) Animo!

    ResponderEliminar
  5. Fechaste este texto com uma chave maravilhosa! Aquilo que entra e sai da nossa vida é porque vem de passagem... precisamos agarrar-nos ao essêncial, ao que é pra sempre!
    Um grande beijinho * (adorei porque me identifico)

    ResponderEliminar
  6. Só faz falta quem está. Agora sentes o vazio que essa pessoa deixou em ti mas em breve verás que algo bom sairá dessa situação e vais agradecer-lhe por ter ido embora pois se assim não fosse se calhar a pessoa certa nunca conseguir chegar até ti ;)

    ResponderEliminar
  7. Identifico-me neste texto! O resto? É resto! Há que se importar só com quem realmente se importa connosco :)

    ResponderEliminar
  8. A vida é mesmo assim, mas temos que nos habituar e seguir em frente :)

    ResponderEliminar
  9. As coisas importantes ficam para sempre.

    ResponderEliminar

As palavras são como os pássaros: nasceram para serem livres, soltas ao vento... Elas reclamam liberdade.