quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Posso ter saudades tuas? Posso admitir que as tenho? E se disser que anseio por uma mensagem ou uma palavra tua todos os dias...? Aceitas? Eu estou a tentar aceitar a distância, mas a vida não está fácil. Aprende-se com os erros. E eu tenho aprendido tanto. Tenho batido tantas vezes com a cabeça na parede... Mas posso dizer que perdi o que tinha de mais importante? Posso dizer que me fazes tanta falta que às vezes penso que vou sufocar só com a tua ausência? Posso dizer que as coisas já não têm o mesmo sentido? 
A resposta não vem... 
Sunshine

Sem comentários:

Enviar um comentário

As palavras são como os pássaros: nasceram para serem livres, soltas ao vento... Elas reclamam liberdade.