sábado, 13 de dezembro de 2014

Nos meus sonhos nada é impossível. Nos sonhos consigo sentir o teu abraço, o teu beijo, o teu toque, a tua voz suave a falar para mim. Hoje acordei mais tarde só para te sentir durante mais um bocado. Só para não acordar para a fria realidade, uma realidade em que já não estás. Ultimamente tenho-me sentido perdida, como se o mundo perdesse sentido. Às vezes penso que vou cair e que não me vou levantar, às vezes penso que se tiver mais uma desilusão, caio de vez. Mas os desgostos continuam a aparecer e até agora levanto-me sempre. Desta vez não será diferente. Mas marcou-me de uma maneira mais forte, mais dura, mais fria. Não esperava. Iludimo-nos tão facilmente...sonhamos tão alto...somos humanos e basta.
Sunshine

Sem comentários:

Enviar um comentário

As palavras são como os pássaros: nasceram para serem livres, soltas ao vento... Elas reclamam liberdade.